Polícia prende suspeito de matar jovem a tiros no Deck Sul, em Brasília

Arthur Daniel Silva Torreão, de 19 anos, foi baleado no peito após briga. Crime ocorreu no sábado (5); vítima morreu no hospital.

Arthur Daniel Silva Torreão, de 19 anos, foi morto a tiros no Deck Sul, em Brasília — Foto: Arquivo pessoal
Arthur Daniel Silva Torreão, de 19 anos, foi morto a tiros no Deck Sul, em Brasília — Foto: Arquivo pessoal

A Polícia Civil prendeu o principal suspeito de atirar e matar Arthur Daniel Silva Torreão, de 19 anos. O crime ocorreu no último sábado (5), no Deck Sul, em Brasília. A investigação aponta que, pelo menos, quatro pessoas participaram do assassinato.

Romisson dos Santos, de 29 anos, foi detido na QE 40 do Guará. Na delegacia, o suspeito foi reconhecido por quatro testemunhas. Outras duas pessoas estão presas – um homem de 20 anos e um adolescente de 17 anos. O quarto envolvido no assassinato é procurado pela polícia.

Simulação do crime. Arthur Daniel Silva Torreão, de 19 anos, foi baleado no peito após briga — Foto: Arte/TV Globo
Simulação do crime. Arthur Daniel Silva Torreão, de 19 anos, foi baleado no peito após briga — Foto: Arte/TV Globo

A vítima, que também era moradora do Guará, não tinha passagem pela polícia. Segundo as investigações, na noite do crime, Artur brigou com um adolescente de 17 anos e com outros três jovens, no estacionamento do Deck Sul.

Ao entrar no carro para tentar fugir, ele foi encurralado pelos agressores e baleado no peito. Arthur foi socorrido por pessoas que passavam pelo local e chegou ainda com vida ao Instituto Hospital de Base, mas não resistiu.

O motivo da discussão está sendo apurado pela 1ª Delegacia de Polícia (Asa Sul). Para o delegado João Ataliba Neto, que investiga o caso, o jovem foi morto “por vingança”, após a troca de agressões.

Operação

Operação faz buscas no Deck Sul, em Brasília, na madrugada deste sábado (12) — Foto: TV Globo/Reprodução
Operação faz buscas no Deck Sul, em Brasília, na madrugada deste sábado (12) — Foto: TV Globo/Reprodução

Policiais civis e militares fizeram uma operação, na madrugada deste sábado (12), no estacionamento do espaço de lazer, às margens do Lago Paranoá. Corpo de bombeiros e agentes do Departamento de Trânsito prestaram apoio na ação.

Dois adolescentes e três homens – entre eles um motorista de aplicativo e um soldado do exército – foram levados para a delegacia por uso de drogas.

Fonte: Marília Marques e Samyra Galvão, G1 DF e TV Globo

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on google
Share on twitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *