Libertadores: Flamengo e Grêmio preparados para o jogo do ano, nesta quarta-feira no Maracanã

Por Lino Tavares

Concluída a 27ª rodada do Brasileirão, com o rubro-negro carioca cada vez mais líder,   o foco das atenções volta-se agora para o grande confronto dessa quarta-feira no Maracanã, reunido Flamengo e Grêmio no  jogo de volta das semifinais da Copa Libertadores.  Diante de tamanha expectativa torna-se inevitável cogitar acerca de algum favoritismo em relação a esse clássico nacional que reúne dois campeões de tudo, já que tanto um como o outro contendor possuem os mais significativos títulos do Brasil e do mundo.  Eu diria que favorito na exata expressão do termo não existe nesse jogo de caráter continental, haja vista a qualificação técnica das duas equipes, ambas dotadas de craques de seleção e comandadas por treinadores de alto gabarito, com larga experiência de cunho nacional e internacional.    Não há como ignorar contudo que no mercado das apostas o time treinado por Jorge Jesus tem um crédito maior do que a equipe dirigida por Renato Portaluppi, porque no contexto geral das disputas tem revelado maior rendimento técnico como bem o comprovam os números do certame nacional.  A diferença de 23 pontos que coloca o Flamengo à frente do Grêmio na tabela de classificação do campeonato brasileiro não acontece por acaso e ela só poderia  ser amenizada até certo ponto se apenas o clube gaúcho estive na disputa da Copa Libertadores.  Mas sabemos que isso não acontece. Tal como o tricolor, o rubro-negro carioca está bem vivo nessa competição e mesmo assim encara com total interesse a disputa do Brasileirão, que lidera isoladamente, ficando a cada rodada mais perto de conquistar o título de 2019. Nos seus dois últimos compromissos pelo campeonato brasileiro, os protagonistas do duelo de quarta-feira colheram resultados totalmente opostos, com o Flamengo alcançando duas vitórias e o Grêmio amargando duas derrotas.  É verdade que, nessa rodada que antecede o jogo da Libertadores no Maracanã, o time gremista perdeu para o Fortaleza atuando com um time reserva,  enquanto o esquadrão flamenguista derrotou o  Fluminense,  jogando com sua equipe principal. Mas também é verdadeiro dizer que na rodada anterior, realizada no meio da semana, o mosqueteiro gaúcho foi derrotado pelo Bahia, jogando em sua Arena e contando com quase todos os atletas da equipe titular. Além desses resultados positivos alcançados na disputa do Brasileirão, contribuem para um breve favoritismo flamenguista nesse confronto da Libertadores o fato de jogar em casa sob o calor de sua torcida representada por cerca de 70 mil espectadores. Mas tudo isso fica restrito ao terreno da teoria, uma vez que seria um erro esquecer que estamos falando de um Grêmio acostumado a  agigantar-se e reverter expectativas diante dos grandes desafios,  atribuindo tais feitos à tão decantada mística da “imortalidade tricolor”. Vale lembrar ainda que o time de Renato leva para essa decisão no Maracanã a vantagem do saldo de gols qualificado, que lhe permite eliminar o Flamengo nessa disputa com qualquer empate por placar superior a 1 a 1. 

Fale com nosso colunista Lino Tavares: [email protected] – whatsApp (55)981032575 

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on google
Share on twitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *