População aprova ônibus com portas dos dois lados

Passageiros que usaram coletivos na EPTG destacaram, principalmente, a economia de tempo e a segurança ao atravessar a vida

EMANUELLE COELHO, DA AGÊNCIA BRASÍLIA *

Os ônibus com portas dos dois lados começaram a circular no corredor exclusivo da EPTG – e, a partir de agora, durante todos os dias da semana.  A medida agradou os usuários. 

A diarista Cinthia Almeida, 32 anos, desembarcou na parada em frente a Vicente Pires, onde trabalha. “Achei mais seguro. A porta é virada para a parada. E eu desço do ônibus e posso atravessar pela passarela até o outro lado”. Moradora do Riacho Fundo II, ela fez a integração até Taguatinga e embarcou em um ônibus para a EPTG.

Erenice: rápido e seguro | Foto: Paulo H. Carvalho/Agência Brasília

A doméstica Erenice Pinto Pereria, 35 anos, também a aprovou a iniciativa. “Além de ser mais rápido, é mais seguro. E eu esperei menos na parada hoje”, contou. 

A medida irá beneficiar aproximadamente 56 mil usuários – o equivalente a 86,4% da demanda (ou 65 mil passageiros que circulam pela EPTG em linhas com destino à Rodoviária do Plano Piloto, W3 Sul e W3 Norte.  Já as linhas semiexpressas transportam cerca de 9 mil passageiros, o equivalente a 13,6%).

Segundo a Secretaria de Transporte e Mobilidade do Distrito Federal (Semob), 160 ônibus com portas dos dois lados vão circular no corredor exclusivo. As empresas que farão a operação com os novos coletivos são Urbi, com 46 ônibus; Marechal, com 39; e São José, com 75 veículos.

Além disso, 42 linhas passarão pela via, sendo 21 com destino à Rodoviária do Plano Piloto, 15 para a W3 Sul e seis no  trajeto para a W3 Norte. No local, também circularão 11 linhas semiexpressas de veículos com porta apenas do lado direito, uma vez que esses ônibus não desembarcam passageiros ao longo da via.

Foto: Paulo H. Carvalho/Agência Brasília

Os passageiros continuarão embarcando nos abrigos do canteiro central, mas precisam observar o lado em que os ônibus irão passar.

Faixa reversa
Com a chegada dos ônibus equipados com portas dos dois lados, a Semob encerrou a operação da faixa reversa na EPTG. A operação consistiu em permitir o trânsito dos coletivos na primeira faixa da via inversa, nos horários de pico entre 6h e 9h (sentido Taguatinga-Plano Piloto) e das 17h30 às 19h45 (sentido Plano Piloto-Taguatinga) nos dias úteis.

A faixa reversa possibilitou que os ônibus circulassem com as portas voltadas para as paradas do canteiro central – o que tornou mais ágeis o embarque e o desembarque dos passageiros. A medida, adotada provisoriamente até a chegada dos veículos com portas também do lado esquerdo, alcançou o objetivo de diminuir em até 30 minutos o tempo de viagem no transporte coletivo.

 *Com informações da Semob

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on google
Share on twitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *