Mansão de R$ 78 milhões de Edemar Cid Ferreira, do extinto Banco Santos,vai a novo leilão. Quem se habilita?

Em 2019, ela havia sido arrematada, mas Justiça determinou novo leilão, após receber oferta maior e entender que é possível aumentar valor do ativo

Projetado pelo arquiteto Rui Ohtake, imóvel tem 34 banheiros
Projetado pelo arquiteto Rui Ohtake, imóvel tem 34 banheiros
Foto: Jonne Roriz/01.07.2004/Estadão Conteúdo

Projetado pelo arquiteto Rui Ohtake, imóvel tem 34 banheiros

Jonne Roriz/01.07.2004/Estadão Conteúdo

A “saga” da mansão do ex-banqueiro Edemar Cid Ferreira, do extinto Banco Santos, que decretou falência em 2005, continua. O imóvel, projetado pelo arquiteto Rui Ohtake e avaliado em R$ 78 milhões, no bairro do Morumbi, passará por novo leilão.

Resultado de imagem para A mansão do ex-banqueiro Edemar Cid Ferreira
Edemar Cid Ferreira e sua mansão (foto Brasil 247)

Com pé direito de nove metros, a casa tem galerias de arte, bibliotecas, heliponto, duas piscinas (sendo uma coberta), adega para 5 mil garrafas de vinho, 34 banheiros e elevadores, tudo numa área construída de aproximadamente 8 mil m², com vista para o Jockey Club de São Paulo.

Resultado de imagem para A mansão do ex-banqueiro Edemar Cid Ferreira
Foto: You Tube

Há alguns meses a mansão havia sido arrematada por R$ 9 milhões em leilão, mas, após o término período de lances, houve uma oferta de R$ 10 milhões, o que indicou possibilidade de maximização do valor do ativo. O juiz Paulo Furtado de Oliveira Filho, da 2ª Vara de Falências e Recuperações Judiciais do TJSP, então, determinou novo leilão.

“O objetivo da falência é satisfazer os credores, realizando as alienações com o maior proveito possível, e a quantia de R$ 9 milhões está muito abaixo do que se esperava para o imóvel em questão”, afirmou, nos autos, o magistrado.

Novo leilão

Resultado de imagem para A mansão do ex-banqueiro Edemar Cid Ferreira
(foto: Record/R7)

O novo leilão segue até terça-feira (18), com o lance mínimo de R$ 10 milhões. Ofertas devem ser feitas em ambiente virtual até às 15 horas do dia 18. O leilão foi decretado pela 2ª Vara de Falências e Recuperações Judiciais do Tribunal de Justiça de São Paulo. 

O montante arrecadado em outros leilões relativos ao processo, tanto de imóveis quanto de obras de arte e bens diversos, passou dos R$ 180 milhões, sendo R$ 125,6 mi no exterior – a obra de arte Hannibal, de Jean-Michel Basquiat, conseguiu, sozinha, R$ 46,3 milhões – e outros R$ 60 milhões no Brasil.

Ao longo do processo, já foram pagos aos credores cerca de R$ 1,7 bilhão e atualmente está em curso o pagamento do 5º rateio aos credores quirografários (sem preferência na ordem de recebimento), totalizando R$ 306 milhões – o que equivale a 53,73% do total devido – estando os demais credores totalmente pagos ou com valores reservados.

Poderão participar do leilão pessoas maiores de 18 anos, inscritas no Cadastro Nacional de Pessoa Física e/ou Jurídica (CPF/CNPJ), após efetuarem o cadastramento e habilitação no referido site.

A mansão do ex-banqueiro Edemar Cid Ferreira, do falido Banco Santos, que passou por vários leilões. Avaliada em R$ 78 milhões, a propriedade receberá lances a partir de R$ 35 milhões, valor 55,12% inferior ao requisitado na primeira tentativa de vender a residência. 

Resultado de imagem para A mansão do ex-banqueiro Edemar Cid Ferreira
Resultado de imagem para A mansão do ex-banqueiro Edemar Cid Ferreira
Resultado de imagem para A mansão do ex-banqueiro Edemar Cid Ferreira
Resultado de imagem para A mansão do ex-banqueiro Edemar Cid Ferreira
Resultado de imagem para A mansão do ex-banqueiro Edemar Cid Ferreira

Fotos : Iuri Moraes/Estadão Conteúdo

Fonte: R7

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on google
Share on twitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *