Coronavírus: casos chegam a 467 no DF; Lago Sul tem maior incidência

Região concentra maior proporção a cada 100 mil habitantes. Levantamento aponta 13 novos casos nas últimas 24 horas no Distrito Federal; veja balanço.

Por Marília Marques

Para filósofos, pandemia põe em xeque governos que tratam a soberania nacional e dão pouca atenção ao que ocorre fora de suas fronteiras — Foto: Getty Images

Para filósofos, pandemia põe em xeque governos que tratam a soberania nacional e dão pouca atenção ao que ocorre fora de suas fronteiras — Foto: Getty Images

O governo do Distrito Federal (GDF) informou que, até a tarde deste domingo (5), havia 467 casos confirmados do novo coronavírus na capital. O balanço aponta 13 novas notificações nas últimas 24 horas.

Segundo a Secretaria de Saúde, o número de pacientes recuperados subiu para 147. Do total de infecções, 330 são quadros leves, 44 moderados e 15 são consideradas graves. Sete pessoas morreram pelo agravamento da doença.

A última vítima foi um homem de 67 anos que morava no Plano Piloto. O idoso estava internado no Hospital Santa Lúcia, na Asa Sul, desde o dia 26 de março. Ele tinha diabetes e hipertensão.

De acordo com a pasta, o Lago Sul é a região com a maior incidência da doença. A proporção considera a confirmação de pacientes com a Covid-19 a cada 100 mil habitantes. Em seguida está o Sudoeste e a Octogonal.

Já em números absolutos, o Plano Piloto lidera o ranking de ocorrências. Com 134 casos, a região central de Brasília concentra 32% das notificações de coronavírus.

Mortes por coronavírus

  • A primeira morte registrada pela Covid-19 na capital foi a de uma enfermeira, de 61 anos. Ela faleceu no dia 23 de março, mas o diagnóstico só foi confirmado pela Secretaria de Saúde seis dias depois.
  • O segundo caso foi confirmado na segunda (30). Trata-se de um homem, de 77 anos, que estava internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Brasília. Ele morreu no domingo (29).
  • O terceiro caso foi confirmado na terça (31), é de um homem de 73 anos. Ele estava internado no Hospital Santa Lúcia, desde o dia 21 de março.
  • O quarto caso foi confirmado na quarta (1°), é um homem de 82 anos, que morava no Guará. Estava internado no Hospital Santa Luzia, na Asa Sul, desde o dia 24 de março.
  • A quinta vítima foi um policial militar de 50 anos, que morreu na quinta (2). Ele estava internado no Hospital Maria Auxiliadora desde 26 de março.
  • A sexta vítima é uma mulher de 61 anos, que estava internada no Hospital Alvorada, na Asa Sul, desde o dia 29 de março. Ela faleceu nesta sexta (3) e apresentava epilepsia.
  • A sétima vítima é um homem de 67 anos, que morava no Plano Piloto. O idoso estava internado no Hospital Santa Lúcia, na Asa Sul, desde o dia 26 de março. Ele tinha diabetes e hipertensão.

Fonte: G1/DF

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on google
Share on twitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *