Distribuidora de medicamentos manipula álcool gel clandestino

Vigilância Sanitária flagra empresa de Taguatinga sem autorização oficial. Número de apreensões do produto aumentou depois da pandemia 

AGÊNCIA BRASÍLIA *

Uma distribuidora de medicamentos em Taguatinga foi flagrada pela Vigilância Sanitária manipulando álcool em gel em sua sede. A empresa não tinha autorização para realizar a fabricação do produto pela Anvisa nem licença sanitária para a atividade. A ação contou com a participação da Polícia Civil, que levou a dona da empresa para a delegacia para prestar esclarecimentos.

Foto: Divulgação/Secretaria de Saúde

Nesta operação, na tarde da quinta-feira (2), foram apreendidos dois galões de 50 litros de álcool em gel 70%, 121 frascos de 1 litro e outros 7 frascos de 500 ml cada. O produto foi encontrado em uma sala da empresa onde estava um tanque com a mistura, onde era manipulado o álcool gel e envasado.

“A empresa tem autorização para comercializar e não para fabricação de produtos”, esclarece Priscilla Morais, da gerência de Medicamentos e Correlatos da Vigilância Sanitária. A servidora acompanhou a operação.

Apreensões
Desde a descoberta do primeiro caso do coronavírus no Distrito Federal já foram apreendidos 1.481 litros de álcool ilegal pela Vigilância Sanitária, o número de fiscalizações também aumentou depois da pandemia. 

A maior parte dos casos descobertos partiu de denúncias feitas pelo número 162. Quem pratica esse tipo de ilegalidade pode responder por crime contra a saúde pública.

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on google
Share on twitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *