Distritais formam frente parlamentar para impedir privatização de estatais do DF

Deputados formam Frente Parlamentar para impedir privatização da CEB, Caesb, Metrô e BRB

Reprodução/Nelson Kon

Nesta quinta-feira (10), na Câmara Legislativa do Distrito Federal (CLDF), foi lançada a Frente Parlamentar em Defesa das Estatais do DF. O objetivo do grupo é atuar contra a privatização da Companhia Energética de Brasília (CEB), da Companhia de Saneamento Ambiental do Distrito Federal (Caesb), do Banco de Brasília (BRB) e da Companhia do Metropolitano do Distrito Federal (Metro-DF).

A frente foi proposta pelos deputados Chico Vigilante (PT), Arlete Sampaio (PT) e Fábio Felix (PSOL). Já colegiado será formado pelos distritais Agaciel Maia (PL), Leandro Grass (REDE), Prof. Reginaldo Veras (PDT), Reginaldo Sardinha (Avante) e Roosevelt Vilela (PSB).

Depois de manifestar o interesse de privatizar as estatais, o Governo do Distrito Federal iniciou o processo de venda das empresas públicas com a assinatura de um contrato de cooperação com o Banco Nacional de Desenvolvimento Social (BNDES) para planejar os projetos.

“O Estado não pode abdicar da participação em setores da economia que são de interesse público fundamental, sob o risco de privar a população carente de receber recursos básicos, como a energia elétrica, saneamento básico e transporte público”, comentou o deputado Chico Vigilante.

Já a distrital Arlete Sampaio lembra que vários países têm reestatizado empresas que haviam sido privatizadas. De acordo com uma pesquisa feito pelo Transnational Institute (TNI), 804 empresas foram reestatizadas de 2000 a 2017 em todo o mundo.

“A proposta de privatização das empresas públicas vai contra toda a experiência que o mundo possui. Mais de 880 empresas foram reestatizadas no mundo civilizado. A privatização das estatais do DF representará a elevação das tarifas e o não atendimento às comunidades mais carentes”, disse a deputada.

O lançamento da Frente Parlamentar em Defesa das Estatais do DF também contou com representantes do Sindicato dos Urbanitários no DF (STIU-DF), Sindicato dos Metroviários (SindMetrô-DF), Sindágua-DF, FETEC, entre outras entidades representativas, centrai sindicais e sindicatos de trabalhadores.

Por: Matheus Venzi – PORTAL SOS BRASÍLIA

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on google
Share on twitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *