Acessibilidade melhora no Recanto das Emas

Com recursos de R$ 800 mil, novas calçadas, bem como rebaixamento de meios-fios, aumentam a segurança na cidade

ARY FILGUEIRA, DA AGÊNCIA BRASÍLIA | EDIÇÃO: CHICO NETO

Trabalho abrange a maioria das vias de pedestres da cidade: segurança para todos | Fotos: Joel Rodrigues / Agência Brasília

Em menos de dois meses, o número de quadras do Recanto das Emas que receberam novas calçadas registrou um expressivo aumento. Em 1º de abril, o pontapé inicial do serviço executado pela Companhia Urbanizadora da Nova Capital (Novacap) em parceria com a administração local foi dado em duas quadras: a 602 e a 603.

De lá para cá, homens e máquinas praticamente não descansaram, o que resultou na marca de dez localidades já contempladas com esse trabalho. O caminho beneficia pedestres em geral: trabalhadores, estudantes e pacientes da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) local. Situada nas quadras 400, a UPA, agora, está cercada de calçadas.

Novos meios-fios

Ações para fortalecer as Administrações Regionais – Administração ...

Moradora da Quadra 802 da cidade, Terezinha de Jesus, 60 anos, comemora: “Ficou muito bom. Além de larga, [a calçada] foi feita com acessibilidade”. A aposentada se locomove com dificuldade e, apesar de utilizar o carro para ir à UPA, nem sempre consegue desembarcar na porta da unidade, devido ao número de ambulâncias e carros particulares – nesse caso, precisa estacionar do outro lado da pista. Agora, pode fazer essa travessia com mais tranquilidade.

Terezinha de Jesus (E) elogia o serviço: “Ficou muito bom”

O administrador do Recanto das Emas, Carlos Dalvan, lembra que a cidade possui muitos cadeirantes e moradores que, a exemplo de Terezinha, têm dificuldades de locomoção. “As pessoas agora podem caminhar com toda segurança e comodidade, porque as calçadas possuem também os meios-fios rebaixados, por onde podem passar as cadeiras de rodas”, destaca.

Movimento de pedestres

Dalvan informa ter feito e encaminhado à Novacap um levantamento de todas as calçadas que precisavam de rebaixamento nos meios-fios. Na pesquisa, conta, foram levados em conta o movimento de pedestres e a utilidade da calçada. “A Entrequadra 602/603, por exemplo, é o canal dos moradores das quadras 600 e 800 com o terminal rodoviário”, ilustra.

É justamente por ali que passa o casal Antônio Rodrigues, 51 anos, e Gilene Rodrigues, 52. Moradores da Quadra 802, eles caminhavam na direção da rodoviária na tarde de quinta-feira (21) sobre a calçada na da 602. “Agora [as calçadas] estão bem niveladas”, observou Gilene. “Isso evita contusão”.

A benfeitoria também chegou à área do Centro de Referência de Assistência Social (Cras) e às quadras 311, 310, 801, 402 e 403, bem como ao entorno do Cartório Eleitoral e da Avenida Ponte Alta. De acordo com a administração local, mais de R$ 800 mil já foram investidos na instalação de calçadas na cidade.

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on google
Share on twitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *