Desenhista Daniel Azulay morre, aos 72 anos, vítima de coronavírus

Artista plástico estava internado em um hospital da cidade tratando de leucemia quando contraiu a covid-19

Daniel Azulay tratava leucemia quando contraiu o covid-19

Daniel Azulay tratava leucemia quando contraiu o covid-19

Reprodução/Facebook

Morreu nesta sexta-feira (27), no Rio de Janeiro, o desenhista Daniel Azulay. O artrista plástico de 72 anos estava internado há cerca de suas semanas na CTI da Clínica São Vicente, na Gávea, tratando de leucemia quando contraiu o cornavírus. 

Azulay e seus personagens infantis

Azulay e seus personagens infantis

Reprodução

Azulay tornou-se conhecido do grande público entre as décadas de 1970 e 1980 ao criar a Turma do Lambe-Lambe, um animado grupo de personagens infantis que ensinava as crianças a técnica do desenho e da arte. Das tirinhas dos jornais, os personagens ganharam espaço na televisão e assim, ‘decolaram’.

Pita, Piparote, Ritinha, Damiana, Xicória, Gilda, Professor Pirajá, Bufunfa e Tristinho eram os personagens da Turma do Lambe-Lambe. 

Em 2015, em entrevista ao R7, Daniel contou que desde criança já era apaixonado por criações.

— Eu era muito pequeno e já pegava minha chupeta e me via lambuzando tudo que vinha à minha frente. Com quatro, cinco anos, descobri que se passasse o dedo em cima de um bolo, conseguia fazer um desenho. Sem contar que, adorava criar personagens em carros empoeirados. Sou autodidata. Na escola, enquanto as crianças saíam para o recreio, eu ficava sozinho, sem falar com ninguém, só desenhando.PublicidadeFechar anúncio

No fim da década de 1960, mais precisamente em 1969, Azulay começou a publicar suas primeiras histórias em quadrinhos em tirinhas de jornais.

— Meus desenhos estavam ali, em jornais conhecidos do Rio de Janeiro, como o Última Hora e o Correio da Manhã. Mas a Turma (do Lambe-Lambe) foi se consolidar mesmo no Jornal do Brasil. Por mais de dez anos eles estavam ali em um suplemento dominical do jornal. Depois disso, outras publicações passaram a se interessar pelo meu trabalho.

Em 1976, Daniel Azulay recebeu do então produtor de TV Walter Clark o convite para trabalhar na televisão. Os personagens do Lambe-Lambe ganharam formato televisivo e foram apresentados na TV Educativa e, depois, na Bandeirantes, com muito sucesso.

O último vídeo publicado por Daniel Azulay em que ele aparece conversando com seguidores foi publicado no Instagram pessoal no último dia 15 de outubro de 2019, em homenagem ao Dia do Professor.

Fonte: R7

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on google
Share on twitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *